Muitas vezes pensamos erradamente que a única alternativa se queremos emagrecer é passar a carne de peito de frango grelhado e saladas de alface e tomate. Este tipo de dietas tão monótonas, estão fadados ao fracasso e acho que com razões mais do que justificadas. Quem poderia estar comendo sempre frango grelhado sem terminar odiando a todos os animais alados?
É verdade que quando planejamos uma dieta, seja para emagrecer, treinar, definir o nosso corpo, ou aumentar a massa muscular, devemos aumentar o consumo de proteínas, que substituirão uma percentagem de hidratos de carbono, mas não por isso a dieta deve ser chata e repetitiva. Por sorte, as possibilidades são infinitas e há muitas fontes a que recorrer em busca de proteínas. Na verdade, existem muitos vegetais que nos dão quase tantas proteínas como a carne. Hoje eu falarei de 4 destes alimentos; QUINOA, TOFU, SEITAN e LEGUMES.


Quinoa


A quinoa ou quinua, como é conhecido na américa do Sul, é cultivada principalmente na Bolívia e no Peru.
Não é por acaso que a FAO (Food and Agriculture Organization) foi nomeado o alimento do ano em 2013. Este alimento com um valor nutricional incrível, é o cereal com mais proteínas de todos. Porcentagem de proteínas é o dobro do que o de qualquer outro cereal.
Entre alguns dos aminoácidos que contém, destacam-se a lisina, um aminoácido essencial para o desenvolvimento do cérebro e da arginina e histidina, fundamentais para o crescimento e desenvolvimento das crianças.


quinoa


Tofu


O tofu é um queijo de soja. Um alimento indispensável na dieta japonesa. Uma das dietas mais saudáveis do mundo.
É obtido a partir do leite de soja, sendo uma fonte extraordinária de proteínas. Entre 8gr e 10gr de proteínas por cada 100gr de tofu. Daí que seja um alimento muito procurando e valorizada entre os atletas, vegetarianos e veganos.
Além disso, seu baixo aporte de calorias e gorduras fazem um alimento ideal para complementar qualquer dieta para perda de peso.
Por outro lado, aquelas pessoas que precisam reduzir os níveis de colesterol podem recorrer ao tofu. Por ser um alimento de origem vegetal, o seu teor de colesterol é zero.


tofu


Seitan


Este alimento será muito presente porque falei no meu último post. Como eu comentando dias atrás, é um alimento muito utilizado na cozinha tradicional Japonesa e Chinesa. O seitan é o glúten do trigo e daí que a sua textura é muito parecida com a de carnes. Seu conteúdo protéico é muito alto, pode alcançar os 20g por cada 100g de produto. Ainda mais proteínas do que algumas carnes!! Com a vantagem de que, por ser de origem vegetal não contém colesterol.


SEITAN


Legumes


As leguminosas são uma fonte de proteínas muito saudável. Não apenas nos fornece uma grande quantidade de proteínas, mas que também ajudam a regular o ritmo e da flora intestinal, graças à fibra que nos proporciona. Esta mesma fibra confere um grande poder de saciedade e ajuda a controlar e diminuir os níveis de colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares.
Seu baixo índice glúcemico e a capacidade de regular os níveis de açúcar no sangue, o tornam um alimento muito recomendado para pessoas com diabetes.
Sobre tudo as lentilhas são muito ricas em ferro, por isso que, em casos de anemia pode ser um alimento a ter muito em conta. Isso se, para poder absorver o ferro de lentilhas deverá consumi-las acompanhadas de algum meio ácido, como pode ser um rico suco de laranja.


legumes


Espero que tenham achei interessante o post, e como eu sempre digo, qualquer dúvida que se tenha gerado terei imenso prazer em solucioná-la.


Saudações!!!

4 alimentos vegetais muito ricos em proteínas.
Classifique esse post