Os hábitos têm muito que ver com o aparecimento deste tipo de tumor. De fato, 90% dos casos poderiam ser evitados mudando a alimentação e começar a praticar exercício com regularidade.


Etiqueta relacionadas com este artigo


Doenças


Este tipo de câncer é o quarto mais frequente a nível mundial. O risco de sufrirlo é maior a partir dos 50 anos, independentemente…


Dicas para prevenir o câncer de cólon


A obesidade e, em particular, a acumulação de gordura no abdómen são dois fatores que favorecem o câncer de cólon.


1. Evitar a obesidade


Como é que te prejudica? De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia (EUA). UU.), a um maior número de células de gordura, sobretudo na zona do abdómen, mais leptina segregamos. E esta hormona dificulta o que os médicos chamam de processo de morte celular programada ou, o que é o mesmo, que as células que morrem sejam corretamente substituídas por outras novas e sãs.


Quanto te afeta? Como resultado deste processo, tanto os homens como as mulheres com obesidade abdominal têm um risco 52% mais elevado de desenvolver câncer de cólon. Os pesquisadores também observaram que, uma vez desenvolvido o tumor, o risco de mortalidade é de 30% mais alto em pessoas com obesidade.


2. Tomar (algo) de café


Como influi? Cientistas do Instituto Dana-Farber (estados unidos). UU.) demonstraram que tomar 4 xícaras de café por dia ajuda tanto a evitar que o câncer reaparecer uma vez já foi superada, como aumentar as chances de cura quando se sofre.


Qual é a razão? Os pesquisadores acreditam que isso se deve a que a cafeína melhora a resistência à insulina, o que o organismo precisa de menos quantidade dessa substância, e esta, por sua vez, reduz a inflamação. As células cancerosas crescem melhor em um ambiente de inflamação.


3. Reduzir o açúcar


Por quê? Um dos fatores que mais influenciou o aumento de casos de câncer nos últimos anos é o alto consumo de açúcares refinados: tomamos mais de 30 quilos por pessoa ao ano. E é que não só o açúcar que você adicionou ao café ou chá: existem muitos produtos comerciais que levam adição de açúcar e que aumentam perigosamente a quantidade que você ingere ao longo do dia,


O que acontece? Os açúcares e farinhas transformam-se no corpo em glicose, que éo maior inflamatório que existe. E o tumor de cólon ou qualquer outro, precisa o processo de inflamação para se multiplicar.


4. Consumir menos carne e mais peixe



  • O risco sobe 17% se você comer muita carne vermelha. Consumir 390 g por semana (o que equivale a dois bifes de vitela) aumenta o risco de câncer de cólon, de acordo com o American Institute for Cancer Research. A razão é o seu conteúdo em gordura saturada, o que favorece a rápida proliferação das células do cólon.

  • E baixa (43%) se consumir peixe azul. Assim o foi quantificado o Centro Internacional de Pesquisa sobre o Câncer. O ómega-3 do peixe azul reduzem a inflamação do intestino. Além disso, aumentam seu colesterol bom, que atua como antioxidante. Se os níveis são baixos, aumenta o estresse oxidativo e, portanto, a destruição das células, o que pode representar o início do câncer.

5. Aumentar as frutas e legumes


Frutas, verduras, legumes e cereais integrais são os alimentos mais ricos em fibras, que deverá tomar 30 g por dia. Além disso, foi demonstrado que:



  • A fibra do farelo de trigo é a que mais se protege contra os adenomas (pólipos adenomatosos), que são os precursores do câncer colorretal. Em concreto, impedem o seu crescimento. E justamente ao aumentar de tamanho é quando eles se tornam malignos.

Relacionado com este artigo


estômago saudável



  • A fibra também contém butirato, alguns ácidos graxos de cadeia curta, que estimulam as defesas para combater o tumor.

  • O tabaco e o álcool aumentam o risco de este e de outros cancros.

  • Ter sofrido uma doença inflamatória intestinal como a de Crohn também aumenta as chances de sofrer de câncer de cólon.

6. Pegar a bicicleta


Esta recomendação vem avalizada por uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos e o Instituto de Câncer de Xangai (China).



  • 10 horas semanais. Depois de fazer o acompanhamento, a mais de 1.000 pessoas, os pesquisadores chegaram à conclusão de que usar a bicicleta mais de 10 horas por semana reduz a menos da metade o risco deste tipo de tumor.

  • Por que afasta o câncer? Os motivos são três: o bolo alimentar passa menos tempo no intestino, aumenta a resposta à insulina e estimula o sistema imune. Tudo isso previne o câncer.

7. Incluir alimentos “protetores”


Embora a Dieta Mediterrânica, em seu conjunto, é o seu melhor aliado anti-câncer, há alimentos que são pura medicamento para a saúde intestinal:



  • Azeite de oliva. Favorece a correta divisão celular, evitando a formação de pólipos. Para aproveitar esses benefícios, o óleo deve ser virgem extra.

  • Tomate. Contém licopeno, um antioxidante. Esta substância é assimila melhor se colocá-lo no molho com azeite de oliva.

  • Alho. Foi demonstrado que o consumo regular cria um efeito protetor no intestino.

7 chaves para reduzir o risco de câncer de cólon
Classifique esse post